Chapada dos Guimarães

Santian-(32).jpg
Representante do Cerrado Brasileiro

Sua formação geológica e suas florestas dão origem a inúmeras nascentes de água doce, formando rios e cachoeiras ótimos para banho e atividades aquáticas. Os gigantescos paredões formam mirantes e dão ao cenário um visual único e completo da chapada.

 

Todas estas qualidades naturais e sua localização no centro da América do Sul tornaram a Chapada dos Guimarães parte de uma rota mística: primeiro com os povos pré-colombianos, que realizavam a travessia do Pacífico ao Atlântico e depois com os colonizadores europeus, que quando vinham para esta região em busca do Eldorado ou passagens mágicas para outros mundos. Dos pré-colombianos restaram os inúmeros sítios arqueológicos, com lindas pinturas e gravuras, e dos colonizadores restaram as rotas, o desenvolvimento, as cidades e as incríveis histórias.

 

A Chapada convida o viajante a conhecer cada parte deste paraíso. E a melhor forma é caminhando, sentindo o calor do sol, o vento do cerrado, se refrescando numa cachoeira e contemplando um lindo visual de cima dos gigantescos paredões.

 

Durante a noite o espetáculo é igualmente belo e o céu se torna infinito de estrelas e é possível avistar diversas constelações, a via-láctea com todo seu brilho e com sorte algumas estrelas cadentes.

A Chapada dos Guimarães

Está localizada na borda do Planalto Central Brasileiro, entre 790 e 860 metros acima do nível do mar e é vizinha de Cuiabá, capital de Mato Grosso (64 km). Seu início de colonização aconteceu por volta de 1721, quando os primeiros bandeirantes paulistas fundaram Cuiabá (1719). O movimento de bandeirantes se intensificou e a Chapada cresceu, porém só foi emancipada como município em 1954.

 

‘Chapada’ é o nome das escarpas dos paredões (onde o planalto ternmina e iniciam os paredões) e ‘Guimarães’ é o nome do berço dos portugueses, onde fica o castelo que deu origem ao país Portugal. 

 

Hoje é uma cidade de lazer em pleno crescimento e pólo de ecoturismo reconhecido no Brasil.

2014-09-27-2064.jpg
Santian-(32).jpg
O Cerrado

Caracterizado por árvores baixas e retorcidas, de cascas e folhas grossas, o cerrado já foi o segundo maior bioma do Brasil. Fazia parte de mais de 10 estados brasileiros da região central, porém foi sendo devastado sem planejamento e hoje restam apenas cerca de 20% do seu território original.

 

Abriga uma grande variedade de fauna, com mais de 160 espécies de mamíferos, mais de 800 espécies de aves, além de répteis e anfíbios. Sua vegetação conta com mais de 10 mil espécies catalogadas e entre elas algumas curiosidades, como o abacaxi-do-cerrado (menor, mas com formato e sabor de abacaxi), outra espécie parecida com o jamelão em sabor, formato e textura (Jamelão é originário da índia); caju-do-cerrado; goiaba ou araçá e mais centenas de frutas deliciosas e endêmicas do cerrado. Além das frutas, o cerrado é uma farmácia cabocla, com centenas de plantas de uso medicinal.

Atrações

Uma das maiores atrações é o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, que abriga diversos atrativos característicos e originais, como Cachoeira Véu de Noiva, Circuito das Cachoeiras (com 6 cachoeiras para banho e uma gruta de pedra), Morro de São Jerônimo, Vale do Rio Claro, entre outras atrações complementares aos passeios principais.

Fora do parque existem sítios arqueológicos com pinturas e gravuras rupestres, a maior caverna de arenito do Brasil, mirantes incríveis, cachoeiras, trilhas e atividades de aventura como rapel, arvorismo, tirolesa, paint-ball e duck. Ainda há como organizar voôs livres e panorâmicos, trilhas off-road, camping selvagem e muito mais.

IMG_20160303_152035.jpg
BOM LEMBRAR

A cidade possui apenas agências dos Bancos Bradesco e Banco do Brasil, além da lotérica (Caixa Econômica). A maioria dos estabelecimentos aceita cartão de crédito, mas é sempre bom ter uma quantia em dinheiro. Então, não esqueça de sacar em Cuiabá.

fotos: behance.net/santian

Santian-(28).jpg
Como chegar,
O que trazer e
telefones úteis

A maioria das companhias aéreas realizam voôs regulares com destino ao Aeroporto Internacional Marechal Rondon em Cuiabá/Várzea Grande. A partir de Cuiabá segue-se, de carro, pela MT-251. Todo trecho é asfaltado e sinalizado, mas recomenda-se prudência do motorista.

Leve uma mochila pequena para realizar os passeios diários; roupas e tênis confortáveis para as caminhadas; roupa de banho; boné ou chapéu; protetor solar e repelente; câmera fotográfica, bateria e recarregador. Além de um casaco, já que estamos há 800 m acima do nível do mar e a noite a temperatura sempre cai um pouquinho.

SAMU - 192

Hospital - (65)3301-1116

Polícia Militar - 190 / (65)3301-1190

Polícia Civil - (65)3301-1260

Conselho Tutelar - (65)3301-1559